13. agosto 2020

Aprovação de vacina russa contra Covid-19 pode ocorrer já em agosto

A primeira possível vacina contra a Covid-19 da Rússia pode obter aprovação regulatória na primeira quinzena de agosto e, logo depois, será administrada aos profissionais de saúde da linha de frente, disse à Reuters uma fonte envolvida no desenvolvimento da vacina.

Uma instituição de pesquisa estatal em Moscou, o Centro de Pesquisas em Epidemiologia e Microbiologia Nikolai Gamaleya, concluiu os primeiros testes em humanos da vacina este mês e espera iniciar testes em larga escala em agosto. A vacina ganhará a aprovação regulatória das autoridades russas enquanto o ensaio em larga escala continuar, disse a fonte, destacando a determinação de Moscou de ser o primeiro país do mundo a aprovar uma vacina.

 

A vice-primeira-ministra russa, Tatiana Golikova, anunciou nesta quarta-feira que a produção em escala industrial de duas vacinas contra o coronavírus deve ocorrer em setembro e em outubro. Além da vacina do Centro Gamaleya, ela se referia também à vacina que está sendo desenvolvida pelo Centro de Pesquisas Véktor, na Sibéria, e está na fase de testes clínicos, que devem terminar em setembro, com a certificação no mesmo mês. As primeiras doses podem ficar prontas em outubro de 2020.

 

Segundo Golikova, as duas vacinas “são hoje muito promissoras”.

 

A velocidade com que a Rússia está se movendo para lançar a vacina levou alguns meios de comunicação ocidentais a questionar se Moscou está colocando prestígio nacional diante de ciência e segurança sólidas.

 

“A aprovação (regulatória) será nas duas primeiras semanas de agosto”, disse a fonte da Reuters. “A data esperada é 10 de agosto, mas definitivamente será antes do dia 15. Todos os resultados (experimentais) até agora são altamente positivos.”

 

A fonte acrescentou que os profissionais de saúde russos que tratam pacientes com COVID-19 terão a chance de ser voluntariamente vacinados logo após a vacina receber a aprovação regulamentar.

 

Fonte: O Globo