19. janeiro 2021

Arquivos Urbano - Bessa News

15 de dezembro de 2020
dema-macedo.jpeg

2min76

Um trabalho de conscientização e cuidado com a natureza. É assim que o presidente do Comitê Parque Parahyba, Dema Macedo, define a promessa e o compromisso e plantar mil árvores em João Pessoa, como forma de agradecimento pelos votos obtidos durante a última campanha eleitoral. Dema obteve quase mil votos e não conseguiu uma vaga na Câmara dos Vereadores de João Pessoa.

 

Nesta semana, ele participou do plantio de mais 20 árvores e explicou o que motivou a iniciativa:

 

“Ainda como pré-candidato, decidi fazer uma campanha de olho no meio ambiente, de maneira sustentável. Um exemplo foi que o tempo inteiro mantivemos os cuidados de distanciamento social, com campanha nas redes sociais, seguindo as recomendações das autoridades de saúde. Começamos plantando árvores e terminamos da mesma forma. Assumi esse compromisso de plantar mil árvores em parques e áreas públicas de João Pessoa”, falou.

 

De acordo com Dema, algumas dessas mudas serão doadas a pessoas para que elas plantem em diversos locais, seguindo orientações dos órgãos responsáveis sobre o tipo de árvore indicada para cada local. Em torno de 500 mudas ao todo devem ser plantadas nos bairros do Bessa, Aeroclube e Jardim Oceania.

 

“Fizemos uma campanha limpa, de olho no cuidado com o meio ambiente. Tivem0os uma votação expressiva pincipalmente dentro do bairro do Bessa e é preciso manter esse compromisso. Um trabalho que já é feito dentro da comunidade. Só assim, com engajamento de todos, podemos conseguir qualidade de vida”, acrescentou.

 


1 de dezembro de 2020
WhatsApp-Image-2019-12-07-at-19.38.58-3.jpeg

1min168

Neste sábado, 05, o Parque Parahyba I recebe uma ação social com realização de serviços de saúde e educação física, além de realização de atividades para as pessoas que frequentam o local. Os serviços devem ter início a partir das 16h, horário em que o movimento de pessoas no parque é alto.

 

A ação será realizada pela Uninassau em parceria com o Comitê Parque Parahyba e acontece próximo às quadras de areia. Estudantes e professores da faculdade irão fazer ainda um trabalho de conscientização para prevenção da Covi-19, com distribuição de máscaras e panfletos com orientações sobre como evitar a doença.

 

 


30 de novembro de 2020
WhatsApp-Image-2020-11-30-at-10.00.57.jpeg

1min134

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, entrega às 18h desta segunda-feira (30) na Rua Temístocles da Costa, no bairro Jardim Oceania, a nova Praça Desembargador Osias Nacre Gomes, chegando à marca de 66 equipamentos públicos de lazer entregues na Capital paraibana desde 2013.

 

A nova Praça é repleta de diferenciais como 2 quadras de areia para beach tênis e vôlei, playground acessível, quadra poliesportiva com arquibancada e uma fonte interativa que encantará todas as gerações. O investimento foi de mais de R$ 1,7 milhão para a construção do novo equipamento que conta também com iluminação em LED, rampas acessíveis e piso tátil.


20 de novembro de 2020
centro-administrativo-JP-ascom.jpg

2min146

Em cumprimento a acordo judicial, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) publica, na manhã desta sexta-feira (20), novo decreto suspendendo, em toda a Capital, as aulas nas instituições de ensino superior, escolas de ensino médio e cursos livres, a partir da próxima quarta-feira (25). A medida, fruto do acordo firmado junto ao Ministério Público Federal (MPF) em audiência de conciliação, revoga o decreto n° 9.585, de outubro deste ano, que autorizava o retorno às aulas presenciais dentro do Plano Estratégico de Flexibilização em virtude da pandemia do novo coronavírus.

 

O pedido de suspensão das atividades foi feito pelo MPF e Ministério Público do Trabalho (MPF). A decisão do acordo considerou as informações prestadas pelos representantes das secretarias de Saúde Estadual e Municipal de João Pessoa e do Conselho Regional de Medicina (CRM), que constataram uma alta no número de casos de covid-19 na última semana epidemiológica. As atividades educacionais envolvendo concentração de alunos em ambiente fechado têm alto risco de propagação do coronavírus, e são consideradas como um dos fatores causadores das novas ondas de disseminação da doença em outros países.


17 de novembro de 2020
WhatsApp-Image-2020-03-12-at-15.03.12.jpeg

1min141

Um funcionário da Emlur foi vítima de agressão nesta terça-feira, 17, no Parque Parahyba II no bairro do Bessa. De acordo com o rapaz que foi agredido, ele estava trabalhando na limpeza do parque quando um veículo na cor preta parou ao lado e uma pessoa que estava dentro do carro o chamou.

 

Ao se aproximar, ele foi esfaqueado do lado do peito. Logo em seguida, a vítima foi encaminhada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, onde passou por atendimentos médicos de emergência e o estado de saúde é estável.

 

O caso foi repassado para a Polícia Civil realizar a investigação e ir em busca do suspeito de cometer o crime.


3 de novembro de 2020
henry-freitas-show-na-praia.jpg

4min98

O cantor Henry Freitas reuniu uma plateia de dezenas de pessoas em um show improvisado na praia do Bessa, em João Pessoa, na tarde e noite da segunda-feira (2). Nas imagens da apresentação, é possível ver as pessoas se aglomerando ao redor do cantor, sem máscaras, contrariando as recomendações de segurança contra à Covid-19 e desrespeitando os decretos da Prefeitura de João Pessoa.

“Do nada apareci na praia em João Pessoa com meu irmão @nathanreuel e olha como fui recebido”, diz o artista na postagem em que mostra ele cantando com as pessoas sem máscaras.

Também na mesma rede social, o artista postou um vídeo onde contou como o show aconteceu. “Do nada a gente saiu para comer um peixe, chegou um amigo nosso que estava com uma caixinha, pegamos o microfone do Fullano mesmo, que o pessoal emprestou para a gente. Começou a gente cantando na mesa, sonzinho baixo, de repente começou a se juntar muitas pessoas e a gente fez meio que um show ali, com toda segurança. Os seguranças estavam lá e não aconteceu nada com ninguém”, contou o cantor.

O show contraria os decretos mais recentes publicados pela prefeitura. O acesso às praias foi liberado, entretanto, o artigo da liberação explica que deve-se manter o distanciamento mínimo entre pessoas de 1,5 m. Além de manter o distanciamento mínimo, também foi incluído um artigo que diz que permanece obrigatório, em todo o município de João Pessoa, o uso de máscaras, sendo compulsório o uso na orla ou na faixa de areia, somente sendo permitida a retirada para alimentação e momento de banho.

“As praias estão liberas (sic) já fazem um tempo. Isso foi totalmente espontâneo e rápido. Infelizmente não estamos podendo trabalhar ainda, mais tudo foi feito com o maior cuidado do mundo”, disse o cantor em resposta a uma fã que questionou a aglomeração.

O Procon municipal de João Pessoa (Procon-JP) informou que até as 10h30 desta terça-feira (3), não havia recebido denúncias sobre o evento, mas que ia investigar.


19 de outubro de 2020
epitacio-pessoa.jpeg

5min189

Mais um trecho da Av. Epitácio Pessoa foi entregue à população nesta segunda-feira, 19. Os trabalhos seguem avançando em vários trechos do corredor, que já tem concluídos dois quilômetros de calçadas novas acessíveis e dotadas de infraestrutura para estimular o passeio público. Também já foi implantada a nova tecnologia nos semáforos que, no período da noite, acendem uma luminária de LED na faixa de pedestre quando os sinais fecham para clarear a via para que os pedestres atravessem em segurança. Essa é a maior intervenção na Avenida com uma reestruturação total em um moderno projeto que alia tecnologia e urbanismo, tornando a avenida mais humanizada e um verdadeiro espaço de compartilhamento e de permanência pelas pessoas.

 

“A Avenida Passeio Epitácio Pessoa é um novo conceito, mais moderno e humano para a cidade que estamos construindo desde 2013. João Pessoa já ganhou uma Avenida Beira Rio totalmente nova, em um padrão que é referência em mobilidade urbana, e agora o principal corredor da cidade passa pela maior intervenção de sua história. Com um projeto em execução que privilegia o pedestre e dá mais oportunidade para que idosos e pessoas com algum grau de deficiência transitem de um extremo ao outro da via em segurança e com mais conforto”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

 

As obras, realizadas inteiramente com recursos próprios da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), já foram concluídas desde o início da avenida a partir da Praça da Independência até o início do bairro da Torre, na Avenida Barão de Mamanguape. Neste trecho, quem transita pela via já pode observar as novas calçadas inteiramente renovadas e acessíveis, e todas seguindo um mesmo nível para facilitar o deslocamento de pessoas com necessidades especiais, contando com rampas, piso tátil e sinalização. As obras coordenadas pela Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) contemplam também o canteiro central com novas pedras portuguesas e todo o trabalho de paisagismo, tornando o ambiente mais agradável e acolhedor, com novas árvores e plantas em toda a sua extensão e floreiras de chão e suspensas no alto dos postes. Também já foram instaladas as novas lixeiras e bancos.

 

De acordo com Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob), a Avenida também conta com sistema semafórico monitorado pelo Google em tempo real, permitindo que, de acordo com o fluxo de veículos, os semáforos sejam controlados para garantir maior fluidez. O mesmo sistema também está implantado no Retão de Manaíra e Avenida Rui Carneiro. A iluminação na tecnologia LED para reforço da segurança na travessia dos pedestres em toda a Avenida Passeio Epitácio Pessoa também já foi implantada. Com isso, todas as vezes que os semáforos fecham, se acende uma luminária LED para reforçar a iluminação da faixa.

 

Integração com o Largo de Tambaú – Chegando ao final da via, já na região da praia, a Avenida Passeio Epitácio Pessoa vai se integrar ao projeto do Largo de Tambaú. O projeto do Largo de Tambaú compreende uma área de 8.621 metros, permitindo o compartilhamento dos espaços para oferecer a convivência saudável no trecho de chegada ao Busto de Tamandaré, se transformando em uma ampla área de convivência, com espaço para caminhadas, atividades culturais e passeio para a população da Capital e turistas.


14 de outubro de 2020
pao-frances-1280x834.jpg

2min110

Uma pesquisa realizada pelo Procon nesta terça-feira, 13, apontou que o Bessa tem o menor preço do pão francês da zona leste de João Pessoa. Na padaria Bessa Pão o valor encontrado foi de R$ 9,99 contra R$ 11,90 do Empório do Trigo, em Tambaú. Em toda a Capital, a variação no preço do quilo do pão francês está em 114,14%, com a diferença se mantendo em R$ 7,99 desde julho último. O menor preço, R$ 7,00, é encontrado na padaria Vasconcelos (Cruz das Armas) e, o maior, R$ 14,99, nas Pão Doce Pão (Bairro dos Estados) e Eldorado (Jardim Luna).

 

A pesquisa de preços do Procon-JP foi realizada em 30 estabelecimentos distribuídos em 21 bairros de João Pessoa. Os outros menores preços para o pão francês foram encontrados nos seguintes estabelecimentos: R$ 7,20, Doce Pão (Valentina); R$ 7,25, Pão da Vida
(Mangabeira); R$ 8,00, Panificadora N. S. dos Prazeres (Geisel) e Padaria e Lanchonete Cardoso (Geisel).

 

O levantamento também registrou que os maiores preços do produto foram encontrados na padaria Bonfim (Tambaú), R$ 14,90; no supermercado Pão de Açúcar (Miramar); na El Shaday (Cabo Branco), R$ 14,50; na Padaria Pernambucana (Anatólia) e na Pão Sabor (Brisamar), R$ 12,99; na Pandelly (Expedicionários); e na Sabores do Trigo (Manaíra), R$ 12,89.

 

Na zona leste da Capital, os estabelecimentos pesquisados foram: El Shaday (Cabo Branco – R$ 14,50); Bessa Pão (Bessa – R$ 9,99); Sabores do Trigo (R$ 12,89) e Supermercado Manaíra (ambos em Manaíra – R$ 12,49); Empório do Trigo (R$ 11,90) e Bonfim
(ambos em Tambaú – R$ 14,90); Pão Sabor (Brisamar – R$ 12,99).


5 de outubro de 2020
nibus-2-1280x853.jpg

7min117

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, apresentou, na manhã desta segunda-feira (5), o Plano de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Planmob), um amplo estudo que orienta todos os investimentos e ações pelos próximos anos. O documento é um grande avanço da atual gestão da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), que deixa um legado para o futuro projetando a mobilidade urbana até 2038 e pensando não apenas na Capital, mas também na relação com as outras cidades da Região Metropolitana. Como primeira ação efetiva pós-lançamento do Planmob, a PMJP lança, nesta terça-feira (6) o projeto Conexão Bairro, com a primeira linha que interliga bairros próximos no valor de R$ 2.

 

“Lançamos o Plano de Mobilidade Urbana, construído a partir de audiências públicas, workshops, reuniões setoriais e, principalmente, com uma pesquisa onde ouvimos mais de 50 mil pessoas da Região Metropolitana para preparar este documento que planeja ações importantes pelos próximos anos na nossa cidade. E já temos resultados práticos a partir dos nossos investimentos em calçadas padronizadas e acessíveis, novas ciclovias que implantamos e dos programas Ação Asfalto e Mais Pavimentação, além do projeto Conexão Bairro que iniciaremos nesta terça”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

 

O Plano de Mobilidade Urbana será encaminhado à Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) e deverá se tornar lei. Ele vai proporcionar melhoria nas condições urbanas em acessibilidade e mobilidade, reduzindo desigualdades e promovendo a inclusão, vai diminuir as necessidade de longas viagens, proporcionando deslocamentos mais eficientes e vai promover melhorias nas condições ambientais da cidade, com a diminuição da poluição atmosférica, visual e sonora.

 

Conexão Bairro– O Conexão Bairro, projeto que pretende interligar bairros próximos em que exista atração de viagens de curta distância, terá início com a linha piloto C001, que vai conectar os bairros do Grotão e Colinas do Sul. A partir das 6h da manhã, os ônibus identificados visualmente com o nome do projeto, vão partir do Terminal 102, voltando do Terminal 116. No percurso vão passar ainda pelo Gervásio Maia, Colinas do Sul e Irmã Dulce. A passagem também será diferenciada, custando apenas R$ 2.

 

Planejamento – De acordo com o Planmob, até 2038 todos os bairros da Capital deverão ter pelo menos 85% de calçadas acessíveis. Com isso, pretende-se incentivar o uso do transporte ativo para a mobilidade de proximidade, garantindo mais eficiência e conforto para pedestres, com total acessibilidade. Já no caso dos ciclistas, o Plano foca na ampliação e conexão da malha cicloviária e também na sua interligação com outros modais. A proposta é que a cidade chegue a uma malha para ciclistas de 221,5 km de extensão até 2038. Com os investimentos da atual gestão, a Capital já tem 86 km de ciclovias e ciclofaixas e deve chegar a 110km até o final deste ano.

 

O Plano para o transporte público prevê um serviço com mais conforto, segurança, acessibilidade e eficiência, com integração com os demais modais, uma melhor organização das linhas e o uso de energias renováveis. Entre as propostas estruturais estão a implantação de oito novos trechos de faixa exclusiva e de seis grandes corredores de ônibus, incluindo a BR-230, que passaria a funcionar como uma via urbana. Para escoar a demanda externa da BR, o Plano prevê a construção de um anel rodoviário utilizando trecho da PB-011.

 

As intervenções em sistema viário têm como objetivo garantir a segurança e conectar a malha viária, assim como implantar estratégias de redução dos congestionamentos e de organização dos estacionamentos. Entre as principais propostas do Plano estão a complementação de articulação regional e perimetral. O primeiro caso inclui projetos como a ligação do Geisel ao Gervásio Maia e de Mangabeira ao Valentina. Já o segundo se refere a intervenções como o viaduto da Saffa S. Abel da Cunha, a ligação da Epitácio Pessoa com a Rui Carneiro e novas ligações da UFPB com Altiplano, Bancários e a Torre (ponte estaiada).

 

Participação popular – A construção do Plano de Mobilidade se deu em várias etapas, com ampla participação popular. O processo contou com diversas reuniões setoriais, audiências públicas e workshops onde a população, a sociedade civil organizada, universidades e gestões puderam participar ativamente. Foi realizada ainda uma pesquisa de origem e destino na qual foram ouvidas mais de 50 mil pessoas da Região Metropolitana para conhecer os hábitos da população e um estudo de campo, ambos fundamentais para basear algumas das propostas.

 

O Planmob prevê ainda uma série de diretrizes para ampliar a conectividade da malha viária para reduzir congestionamentos, garantir a segurança viária, criar regulamentação sobre a circulação e operação dos transportes de carga, criar estacionamentos mais modernos e acessíveis com vagas públicos e consolidar a regulamentação de polos geradores de viagens, além de ampliar a participação da sociedade no planejamento da mobilidade , promover políticas intersetoriais e a integração das diversas esferas de governo.


1 de outubro de 2020
falta-agua-joao-pessoa.jpg

2min104

Moradores de cinco localidades de João Pessoa vão ficar sem água nas torneiras nesta quinta-feira (1º), conforme informou a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa). A previsão é de que o serviço seja interrompido a partir das 8h e retomado por volta das 18h.

O abastecimento será suspenso no Bessa, Renascer II e III, Manaíra e Bairro São José.

A interrupção no serviço é necessária para que técnicos da Cagepa façam serviços de limpeza e desinfecção em um reservatório localizado em Tambaú.

Mais informações podem ser obtidas gratuitamente pelo telefone 115.

Fonte: G1 PB