29. setembro 2020

Ruy anuncia a maior emenda parlamentar para assistência social na Paraíba

O deputado federal Ruy Carneiro anunciou no último fim de semana que está sendo liberada uma emenda impositiva de sua autoria para dispor R$ 2,2 milhões à rede de assistência social do nosso estado. Abrigos, asilos, casas de apoio, centros de referência para pessoas com deficiência, casas de acolhimento e outras instituições serão beneficiadas com recursos. Deste montante, R$ 1,92 milhão já foi liberado e deve chegar, em breve, às contas de 15 instituições com reconhecido trabalho na sociedade.

 

De acordo com o deputado, os recursos servirão para custear o funcionamento das unidades, que precisaram se cercar de ainda mais cuidado, diante da pandemia do novo coronavírus. “Esses recursos ajudarão nos custos que os abrigos, asilos e outros estão tendo neste período da Covid-19. Eles estão com mais gastos com produtos de limpeza, com álcool gel, máscaras, entre outros. E quando a gente fortalece a rede de assistência, também estamos prevenindo a contaminação, pois mais ações de contenção do vírus poderão ser tomadas”, destacou Ruy.

 

A pandemia da Covid-19 exigiu que toda rede saúde se organizasse, mas também as instituições de assistência social também estão passando por período complicado. O objetivo de Ruy com a destinação da emenda foi o de fortalecer a rede de cuidado às pessoas.

 

A emenda impositiva junta-se às diversas outras ações que o deputado Ruy Carneiro tem adotado neste período de pandemia. “Já enviamos verbas de R$ 1,3 milhão para a prefeitura de João Pessoa distribuir aos hospitais filantrópicos; já destinamos outros R$ 6 milhões para hospitais de toda a Paraíba; já fizemos um Fórum do Emprego; entre outras ações que visam conter o avanço do vírus em nosso estado, e diminuir os efeitos que tem sobre a saúde das pessoas e sobre a economia das nossas cidades”, listou o deputado.

 

Entre as Instituições que receberão estes mais de R$ 2 milhões estão: APAE João Pessoa, Aldeia SOS, Aspan, Casa da Divina Misericórdia, Casa Pequeno Davi, Casa Shalom, Cicovi, Casa da Criança com Câncer, Donos do Amanhã, Fundação Padre Pio, Lar Divina Providência, Pestalozzi Paraíba, Vila Vincentina, Rede Feminina de Combate ao Câncer. Cada uma, deve receber entre R$100 mil e R$ 150 mil.

 

A atuação de Ruy junto às essas instituições não é recente, foi dele a ideia de preparar uma cartilha com orientações sobre as questões burocráticas dessas unidades de assistência para receber recursos federais. “É de nossa autoria uma cartilha com as explicações sobre o que cada uma dessas instituições deveria fazer, que documentos preparar, para receber verbas. É um trabalho de quem não só está preocupado em oferecer o peixe, mas também de ensinar a pescar”, comentou Ruy.